Como vim parar nos EUA? Au Pair o que é isso?

10.07.2017

Bom, depois do meu intercâmbio pro Canadá que foi SENSACIONAL, eu ainda fiquei com aquele gostinho de quero mais. Eu decidi que ia guardar dinheiro pra fazer um outro intercâmbio, mas dessa vez eu queria ir pra passar pelo menos um ano fora, eu não queria só passear, eu queria viver num país diferente. Foi aí que conheci o programa de Au Pair, se você nunca ouviu falar disso, relaxa que eu vou te explicar. O pragrama de Au Pair é um intercâmbio que te proporciona trabalhar e estudar nos EUA, mas pra ser sincera, você vem mais pra trabalhar do que pra estudar hehe. Na minha opinião é um intermcâmbio muito válido, principalmente pelo lado financeiro. O programa custa em torno de $700 (varia de agência pra agência) e te permite viver nos EUA por até 2 anos, pra isso você vai precisar, e muito, gostar de crianças. Por que? Porque esse vai ser seu trabalho aqui. Sim, você vai ter a oportunidade de morar com uma família americana ( que chamamos de HOST FAMILY) e cuidar dos filhos deles, e você vai receber por isso também. O salário atual de Au Pair é $195,95 por semana e a família é responsável por te providenciar todas as refeições, além disso eles também tem que pagar uma bolsa de até $500 pros seus estudos. Pra participar desse programa você precisa dos seguintes requisitos:

 

- Gostar de crianças;
- Ter segundo grau completo;
- Ter entre 18 e 26 anos;
- Ter inglês intermediário;
- Possuir experiência comprovada de, no mínimo, 300 horas com crianças (que não sejam familiares);
- Ter disponibilidade de permanência de 12 meses nos EUA;
- Ter carteira de habilitação e saber dirigir;
- Ser solteira e sem filhos.

 

 

 

Uma conhecida de uma amiga da minha mãe tinha ido por esse programa e foi quando minha mãe me falou mais e eu fui procurar mais informações sobre como funcionava. Após pesquisar algumas agências eu acabei fechando com a STB de Curitiba, fica ali no Batel. A STB é parceira da Au Pair Care, que é a agência de Au Pair aqui nos EUA, e eles me auxiliriam com todo o processo, não tenho do que reclamar. Ums vez que você assina o contrato e paga a agência, vem o processo de preencher seu application, que é nada mais do que um perfil em um site com todas as suas informações onde as host families podem te achar e decidir marcar uma entrevista com você. Eu acredito que levei uns 3 meses pra preencher meu application, isso porque são muitas informações, você precisa levar os formularios pra suas referências de onde você trabalhou com crianças pra eles assinarem, precisa também ir no médico e ele assina um formulário alegando que você está apta, também precisa coletar fotos, muitas fotos, de você com criançar, fazer um vídeo se apresentando, etc. Em outubro de 2014 eu fiquei online, meu perfil ficou ativo no site e a partir dali as famílias já poderiam entrar em contato comigo. Existe um grupo no facebook chamado "Au Pair - Grupão" e lá estão quase 19 mil meninas e meninos que já foram, são ou serão Au Pairs, e nesse grupo muitas pessoas fazem publicações oferecendo suas famílias, e foi assim que eu achei minha primeira host family.

 

 

Eu mandei mensagem para menina que fez uma dessas publicações e ela passou meu perfil pra família que entrou em contato comigo poucos dias depois. Era uma família com 4 crianças, sim, 4 KIDS! Um menino de 6, um de 4 e um casal de gêmeos de 18 meses, na época. Nós fizemos a primeira entrevista via Skype, apenas com a host mom e também um dos meninos apareceu pra dar um oi, e tudo fluiu muito bem, eu já tinha uma compreensão boa do inglês mas ainda não tinha muita segurança na hora de falar. Nós marcamos de fazer um segundo Skype e aí eu preparei algumas perguntas que queria fazer e foi tudo bem natural, e quando finalizamos aquela conversa ela me perguntou se eu queria ter o MATCH, o match é quando você e família gostam um do outro e querem trabalhar juntos, igual no Tinder, sabe. Eu estava online há apenas 27 dias, eu poderia ter esperado mais, mas eu não quis, estava mesmo desesperada pra vir, mesmo com 4 kids, e sabendo que iria ser uma barra, aceitei, dei o match com aquela família, e o embarque seria pra Janeiro de 2015, exatamente quando eu queria ir.

 

Fiz um vídeo contanto os prós e contras em ser Au Pair e você pode conferir aqui:

 

 

 

 No próximo post eu vou contar sobre como foi minha chegada nos EUA e como foi minha experiência com a primeira família que só durou 1 mês e meio, sim... se quiser acompanhar, me segue nas redes sociais aqui do ladinho que eu sempre atualizo quando tiver post novo!!! 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

  • b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round

GEOVANNA SORICH  |  GCSORICH@GMAIL.COM   |   CURITIBA,PR - BRASIL

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now